Irany Arteche

Nutricionista e mestre em Fitotecnia na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Ela coordenou uma experiência em Porto Alegre de inclusão na merenda escolar de alimentos provenientes da  agroecologia e estuda o tema PANC há bastante tempo. Referência no assunto, defende que a comida cotidiana precisa ser de baixo impacto financeiro, menor impacto ambiental e maior valor nutricional possível. Segundo a estudiosa, é preciso mudar a forma de ver o alimento e combater a “monocultura do paladar”, sistematicamente reproduzida pela indústria alimentícia.

Compartilhe este convidado
Sobre o convidado
Sobre o convidado
Por que estou participando desta ação?

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Fusce non ullamcorper dolor, a porta leo. Praesent eleifend quam nunc, vitae imperdiet est commodo sit amet. Suspendisse odio nunc, ornare in libero luctus, vestibulum rhoncus dolor. Aenean ultricies, elit vel ullamcorper rhoncus, ante massa luctus nibh, ut vulputate nisi velit eu leo.